Não sorria!

19 de fev de 2009













Assim que abriu a porta do seu apartamento, João passou a ser filmado pela câmera do 6º andar. No elevador, foi filmado juntamente com outros moradores, que também sempre saíam naquele horário. Foi para o estacionamento. A câmera de segurança o filmou entrando em seu carro as 7:15 e, as 7:18, a câmera na portaria do prédio o filmou deixando o condomínio.
João passou devagar por um trecho monitorado por uma câmera contra excessos de velocidade. Antes de chegar ao trabalho, foi filmado pela câmera da padaria onde sempre tomava o seu café. No prédio onde trabalhava, foi filmado diversas vezes pelas câmeras de segurança, em vários ângulos, durante vários momentos do dia. A primeira câmera que o filmava quando entrava era a mesma que o filmava quando saía.
A câmera da portaria de seu prédio o filmou chegando em casa as 18:20, como de costume. A câmera do estacionamento registrou o momento em que ele deixou o carro. No elevador, a câmera o filmou assobiando tranquilamente até chegar ao 6º andar. A câmera de segurança no corredor o filmou entrando em casa exatamente as 18:29.
João assistia a uma reportagem no telejornal. A transmissão acontecia em um local próximo ao seu trabalho. Ele pensou: “Puxa, alguns minutos de atraso e eu teria aparecido na televisão. Por isso que é bom a gente sempre estar elegante.” E deu uma piscadinha para uma câmera imaginária.

3 comentário(s):

Ariane Rodrigues disse...

E tu fizestes com que nós o "filmássemos" também! Pelo menos, eu estava aqui à espreita! Bjo.

Maze disse...

E são tantas as ocasiões em que uma câmara indiscreta nos filmam ,
que só dá pra sorrir mesmo quando ela nos incita dizendo : chore, você está sendo filmado!

Muito bom paparazzi você foi com as câmaras!

Wesley Viana disse...

Minha cara Maze, muitas vezes eu já tive a estranha sensação de estar sendo sempre observado. Atualmente, com câmeras espalhadas por todos os lados, eu não tenho mais essa sensação; eu tenho a certeza de estar sendo observado em vários locais por onde passo. Não sei se isso me dá mais segurança ou mais desconforto.