O homem que vendeu os olhos

11 de ago de 2009










Os olhos dele não eram apenas sensores. Onde os outros viam cores, ele via a alma; onde viam flores, ele via o mundo onde as almas habitam. Os olhos dele enxergavam por dentro e além das coisas. Até o dia em que ele decidiu vendê-los.

0 comentário(s):