microconto

11 de fev de 2009













Dois amigos conversam:

-Veja só essa imensidão! Às vezes fico imaginando como o mundo é vasto. Tudo funciona tão perfeitamente como se um ser inteligente estivesse por trás de tudo.

- Mas é justamente isso o que dizem, e vão mais além; dizem que o universo em que vivemos pode ser um enorme ser vivo.

- Você está brincando...

- Não! E dizem também que a nossa presença aqui afeta o equilíbrio orgânico da criatura, podendo levá-la até mesmo à morte.

- É difícil de acreditar. E se ele morresse? O que seria de nós?

- Não sei, mas dizem que existem milhões de universos vivos iguais a ele, todos habitados por seres iguais a nós.

- Bem, chega de tolices! Acabei de ver uma molécula de glicose prontinha para ser capturada.

E as duas bactérias saem, balançando seus flagelos.

2 comentário(s):

Ariane Rodrigues disse...

E as bactérias podem mesmo sobreviver em qualquer ambiente.

Estamos em um universo, fazemos parte dele, mas também compomos o nosso próprio e nele contemos outros tantos!

Adoro seus mini-GRANDES-contos!

Já viu o "Espermanência" ? Bjos.

Ariane Rodrigues disse...

Ahh, esqueci de dizer que o título não poderia ser outro.